domingo, 6 de março de 2016

Síria sob controle



EUA constroem segunda base aérea na fronteira turca
© AP Photo/ Lefteris Pitarakis
14:53 06.03.2016URL curta
014302
É provável que os EUA tenham terminado de construir a primeira base aérea na região controlada por curdos no norte da Síria, além de ter iniciado a construção da segunda base na mesma região. É o que diz a publicação da agência BasNews, citando fontes das forças democráticas da Síria.




 © Sputnik/
Anteriormente, havia sido informado que os EUA estariam construindo uma base aérea no aeroporto agrícola da região de Ramila El Hasaka. A base serviria para os EUA pousarem helicópteros e aviões de carga, equipamentos de entrega e munições para os curdos. A área em que a base está sendo construída está sob controle dos curdos sírios. Os representantes das autoridades norte-americanas confirmaram o envio de tropas das forças especiais para a região.

Segundo a agência, os Estados Unidos quase concluíram a construção da base em Ramilane e iniciaram a construção de uma nova base aérea no sudeste de Kobane, perto da fronteira turca. As bases serão usadas tanto para fins militares, quanto para fins pacíficos.

A Síria vive uma guerra civil desde 2011, com forças leais ao Presidente Bashar Assad combatendo vários grupos de oposição, inclusive grupos extremistas como a Frente Nusra e o Daesh. 

Um cessar-fogo negociado por Rússia e Estados Unidos entrou em vigor na semana passada. A trégua teve o apoio do governo sírio e de dezenas de grupos de oposição, porém não contempla os grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra.



Lavrov e Kerry avaliam positivamente cessar-fogo na Síria
© Sputnik/
13:59 06.03.2016URL curta
015110
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, discutiram a crise síria durante uma conversa telefônica neste domingo (6).




© AFP 2016/ STRINGER
"Foi feita uma avaliação geral positiva de um progresso real na obtenção de uma trégua no território sírio, que está sendo respeita e já levou a uma diminuição acentuada no nível da violência no país", afirmou a chancelaria russa em comunicado.

Lavrov e Kerry destacaram a necessidade de evitar o adiamento do início do processo de negociação interna da Síria, e também observaram melhoria significativa no acesso da ajuda humanitária às áreas bloqueadas da Síria. 

A Síria vive uma guerra civil desde 2011, com forças leais ao Presidente Bashar Assad combatendo vários grupos de oposição, inclusive grupos extremistas como a Frente Nusra e o Daesh. 

Um cessar-fogo negociado por Rússia e Estados Unidos entrou em vigor na semana passada. A trégua teve o apoio do governo sírio e de dezenas de grupos de oposição, porém não contempla os grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra.