sábado, 29 de novembro de 2014

a redução de preços chega a 50% na Ásia

OS PREÇOS DO MINERIO DE FERRO LADEIRA ABAIXO
Nostradamus e o preço do minério de ferro

Aqueles que buscam uma explicação para o que acontece no mercado de minério de ferro pode me encontrar algum conforto nas centúrias desse médico francês que se especializou na previsão de eventos extremos.

A quadra 97 da Centúria VI de Nostradamus é tida por muitos como aquela que narra o início da terceira guerra mundial. Ele diz que o céu vai arder em chamas e o fogo chegará à cidade nova, que muitos acreditam ser Nova Iorque. O texto original está lá embaixo.
Em 2001, alguns interpretaram essa quadra como uma referência ao ataque às torres gêmeas em Nova Iorque. Bem, como é possível ver, há muitas interpretações. E eu também tenho a minha.
A tal “cidade nova” pode ser muito bem Binhai, uma cidade recentemente construída na província de Tianjin, na China. Essa cidade tem nada menos do que 120 prédios copiados de Manhattan. É a maior réplica no mundo desse que é o principal borough, ou distrito, de Nova York.
É lá em Manhattan que estão a Times Square e o Central Park. Foi lá que começou a cidade da maçã. A versão chinesa de Manhattan fica na região de Tianjin e é lá que está o porto de Tianjin, o mesmo que a empresa Platts usa nas suas contas para formar o mais conhecido índice de preço de minério de ferro com 62% Fe entregue na China.
Como disse a Bloomberg há uns quatro meses, Binhai está virando uma cidade-fantasma, com edifícios pela metade e prédios de escritórios vazio. Isso é pior do que qualquer incêndio.
Falar de “cinquenta e quatro graus”, veja a tal quadra mais abaixo, me parece apenas uma questão de tradução. O tal degrés pode ser muito bem, o teor do minério de ferro. Segundo alguns critérios, o minério é considerado de alto teor quando é superior a 54% Fe.
Mas eu vejo isso de duas alternativas. A primeira é que o minério de ferro de baixo teor vai ser usado, ou seja, concentrado pelo que há de melhor em tecnologia de beneficiamento. Isso reduziria ainda mais o mercado transoceânico, levando o caos ao Brasil e à Austrália. Não vejo como a China vai abrir mão dos empregos em dezenas de minas de ferro.
O céu da China vai então pegar fogo, ou melhor, continuar escondido até 2030. Esse foi o ano escolhido por Barack Obama e Xi Jinping, na reunião da Apec, para que a China iniciasse a redução de suas emissões de gases do efeito estufa.
A segunda alternativa está ligada ao preço. Neste caso, o minério a 54 dólares a tonelada, já previsto este ano pelo Citi Group para 2015, vão botar fogo no mercado.
Já o terceiro verso é, na minha opinião uma referência direta ao Brasil. Como sabem os leitores, brasil vem de brasa. Logo, o Brasil pode muito bem ser essa “grande chama” que em um instante vai ser ejetado.

O último verso diz que, então, os Normandos vão ter que apresentar provas. Essa talvez seja a mais enigmática das frases. Usualmente os tais normandos são vistos como franceses, como o próprio Michel de Notredame. Do ponto de vista etimológico, Normans significa apenas homem do norte. Pode ser da América do Norte, da Rússia ou mesmo da Noruega.
Por outro lado, pode ser que Norman Mbazima, o CEO da Kumba Iron, empresa da Anglo que é a quarta maior produtora individual de minério de ferro, tenha a solução para a crise. Quem sabe?
Naturalmente, o porte e a importância do mercado mundial de minério de ferro e aço era algo que esse médico francês, que morreu tem quase 450 anos, ignorava.
Da mesma forma que no início do ano, quando o minério estava acima de US$ 140 a tonelada, nem Citi, nem UBS, nem Credit Suisse, nem JP Morgan, falavam que o minério teria o preço reduzido à metade.
Nem nos piores pesadelos dos estrategistas da Vale e da BHP se imagina uma queda tão repentina. Como diz um amigo, caiu 50%. Mas para recuperar, têm que aumentar 100%. Vai demorar, se acontecer mesmo.
Isso mostra que fenômenos fora de escala, como a seca de São Paulo e a queda brutal no preço do minério, precisam ainda ser melhor entendidos e estudados por governos e empresas.
No fim das contas fica apenas uma similaridade: tanto governos quanto mineradoras agem da mesma forma. Primeiro ignoram o que está acontecendo, depois minimizam o fato, por fim, adotam medidas caras e insatisfatórias.
Em francês original:
Cinq et quarante degrés ciel bruslera,
Feu approcher de la grand cité neufve,
Instant grand flamme esparse sautera
Quand on voudra des Normans faire preuve.
Na minha tradução em português:
Ao teor 54%, o céu queimará,
O fogo chegará à grande cidade nova,
Uma imensa brasa se consumirá
Quando vai exigir provas dos homens do norte.